Esportes nas universidades

Quando eu estava na escola, na década de 1970, havia rumores de que um dia haveria uma crise nas aposentadorias. A discussão continuou nas décadas de 1980 e 1990, até termos uma crise previdenciária no Reino Unido, e nada havia sido feito para nos preparar para isso.

Será que existe um problema com o sistema político britânico que nos impede de lidar sabiamente com problemas de médio ou longo prazo quando eles são identificados?

O examinador Dave Leal, do Colégio Brasenose, diz que a pergunta convida o candidato a refletir sobre a democracia e suas limitações. Além disso, a maioria das respostas dá lugar a continuar refletindo.

Veja como fazer esporte nas universidades

“Houve candidatos que levantaram boas discussões sobre os diferentes métodos de votação, por exemplo, partes do Parlamento podem ser eleitas por períodos mais longos? Talvez isso possa levar a políticas de longo prazo”, explica Leal.

“Eles também poderiam abordar isso de outra maneira, refletindo sobre a responsabilidade do eleitorado”. E acrescenta: “Se os eleitores não pensam a longo prazo, talvez a culpa não seja dos políticos, mas da educação”, reflete.

“Outro candidato poderia, talvez, refletir sobre a importância de ter uma segunda instância política que não tenha sido escolhida (pelo povo) para a qual delegar todas as questões realmente importantes”, ele propõe.

E ele lembra: “Um sugeriu que ninguém que não tivesse filhos deveria ser candidato ao Parlamento, o que daria ao político uma motivação pessoal para pensar a longo prazo em várias questões”.

Como pagar seus estudos?

Medimos a capacidade (do candidato) de localizar a origem de um problema e discutimos as soluções através de discussões Dave Leal, Brasenose College. Leal insiste que, como com outras questões incluídas na entrevista de admissão, neste caso não há “única resposta correta” ENEM inep.

Por exemplo, no caso daqueles que se propõem a eleger parte do Parlamento para mandatos mais longos, pode-se pensar sobre o seguinte: Quais seriam as conseqüências dessa mudança? Seria desejável?

“Medimos a capacidade (do candidato) de localizar a origem de um problema e discutir as soluções por meio de discussões”, diz o examinador. A alternativa apresentada pelo estudante é menos interessante do que a evidência de sua capacidade de polir idéias e se auto-corrigir quando necessário. ”

Imagine que não tivemos nenhum registro histórico, exceto tudo relacionado a esportes. Quanto poderíamos descobrir sobre o passado baseado exclusivamente em esportes?

Universidades gratuitas

O examinador Stephen Tuck, do Pembroke College, em Oxford, diz que faria essa pergunta ao candidato que, no formulário de inscrição, demonstrou interesse em esportes, mas também poderia expandir para outras áreas, como cinema, teatro ou música.


Isto é o que nós tentamos descobrir é como usar a imaginação do requerente, tendo como ponto de partida um tema que é familiar (provavelmente muito mais do que eu) para tratar de questões de pesquisa histórica “, diz Tuck.

As respostas podem referir-se à relação com raça, classe ou sexo (que praticavam esporte, que tipo de esporte fez), política internacional, a regra (que países estavam envolvidos, quais os países que praticaram os mesmos esportes), o desenvolvimento econômico (o desenvolvimento tecnológico do esporte), valores, saúde e muitas outras questões.